No ar

Rádio Capinzal

Parada de Sucessos

14:30 - 23:00 com Rádio Capinzal

Ouça ao vivo Ouça ao vivo

  • anuncie aqui

Paróquia São Paulo Apóstolo recebeu a exposição do centenário das Missões Capuchinhas

Paróquia São Paulo Apóstolo recebeu a exposição do centenário das Missões Capuchinhas

A Paróquia São Paulo Apóstolo celebra em janeiro de 2021, 90 anos de fundação. Desses 90 anos, 84 com a presença dos Freis Capuchinhos.
Neste final de semana, nos dias 28 e 29 de novembro, esteve na Paróquia o Frei Alessandro Farinasso, e com ele, a exposição que contou um pouco desta presença marcante dos frades capuchinhos.

Certamente um momento marcante, não somente para os frades, mas para toda comunidade paroquial.

O bispo diocesano Dom Frei Mário Marquez, também esteve presente no domingo, “Sou fruto da missão Capuchinha, ainda na época de Frei Crispim”, destacou ele. Na oportunidade, abençoou o memorial criado na secretaria com fotos de todos os freis que passaram pela Paróquia, incluindo os que hoje vivem na Fraternidade São Paulo Apóstolo.

CAPINZAL – berço dos capuchinhos em Santa Catarina

 Aos 20 de junho de 1936 os capuchinhos chegaram na paróquia São Paulo Apostolo em Capinzal. Para iniciar a nova fraternidade, «foi escolhido como vigário o fr. Constantino de Cellore e como coadjutor o fr. Beda de Gavello e o irmão fr. Galdino de Vigorovea». (Data da carta circular: 9 de junho de 1936).

Capinzal tinha sido elevada à paróquia aos 25 de janeiro de 1931. Antes desta data não havia padre residindo na vila, mas a visita era feita periodicamente pelos Franciscanos Menores residentes em Lages, distante 220 quilômetros.

Segundo o relato de fr. Inácio, «o primeiro vigário foi o pe. Pelosi. Sucedeu-lhe o pe. Michelizza. A este se deve a construção do Colégio que foi entregue às Irmãzinhas da Imaculada Conceição». A este último deve-se também o início da construção da grande igreja matriz, que substituiu a velha destruída por um incêndio juntamente com a casa paroquial. A nova igreja era uma obra faraônica para as possibilidades da pequena comunidade.

Frei Constantino em uma carta ao Ministro provincial descrevia assim o lugar: “É bonito, situado no meio dos morros e, além do mais, no meio de famílias italianas, de modo que se tem quase a impressão de estar em um lugarejo italiano. Agora estamos trabalhando na nova igreja matriz, que para fazê-la se quebra a cabeça, mas que depois quando estará concluída será uma verdadeira obra de arte”. O modelo da igreja em construção era uma cópia da Igreja de São Paulo fora dos muros de Roma, porém com as dimensões 22 X 50.

 A obra era empenhativa, porque no relatório ao Ministro provincial de 1939 o governo da Custódia faz a seguinte observação: “Em Rio Capinzal, o povo está empenhado na construção de uma igreja que, terminada, a meu ver será uma das mais bonitas do Paraná e Santa Catarina. Em seu livro, fr. Inácio assim se expressa sobre a construção da Igreja: É deveras uma obra de arte, com cinco naves, que proclamará o sacrifício feito pelo povo, que deu para isto suas economias e se recomenda por sua religiosidade”.

Esta grande igreja manteve a comunidade ocupada com a construção por mais de vinte anos, e impediu aos freis de construírem ali também um grande seminário. Somente em 1948 foi realizada a cobertura, e depois por vários anos ainda, trabalhou-se para concluir o seu interior.

 O apostolado com o povo

 Quando os freis chegaram em Capinzal para assumir a comunidade, o povo estranhou a mudança. Aos poucos os freis foram conquistando, com bons modos, a simpatia do povo e souberam se impor pela atividade pastoral e pelo bom exemplo. Frei Inácio escreveu que “mesmo os mais contrários reconheceram os grandes benefícios que lhes advinham”.

Os movimentos religiosos presentes na matriz e nas capelas eram: o Apostolado da Oração, a Pia União das Filhas de Maria, a Liga do Menino Jesus, os Congregados Marianos e a Congregação de Nossa Senhora da Salete.

As capelas eram 26, distribuídas no território que abrangia os atuais municípios de Capinzal, de Ouro, de Lacerdópolis e de Presidente Castelo Branco. Os dois últimos tiveram suas próprias paróquias com o tempo, mas Ouro e Capinzal, mesmo com a divisão política administrativa em 1963, continuaram a pertencer à mesma paróquia, com uma única igreja matriz para as duas cidades.

 A divisão da paróquia de Capinzal

 Em 1951, o bispo de Lages D. Frei Daniel Hostin, por insistente pedido do povo, separou da paróquia de Capinzal, a capela de Santa Lúcia com outras seis capelas: Pato Roxo, Pinhal, Rancho Grande, Pinheiro Alto, Leãozinho e Emigra. Levando em consideração o povo e a parte econômica, o bispo prudentemente ofereceu aos mesmos a nova paróquia.

Frei Patrício Kódermaz de Nébola, Custódio provincial, escreveu aos superiores na esperança de que estes aceitassem a oferta do bispo, este interesse em não perder a nova paróquia de Santa Lúcia foi manifestado também pelo Ministro provincial fr. Paulino de Premariacco numa carta ao Ministro Geral.

Com o parecer favorável do Ministro geral, foi aceita a paróquia de Santa Lúcia e o primeiro vigário foi fr. Barnabé Tenani de Guarda Veneta. Mais tarde esta paróquia foi extinta e as capelas foram integradas nas paróquias de Capinzal e Lacerdópolis.

Sabemos que esses missionários, juntamente com outros que foram chegando, atenderam o povo, num tempo de muita precariedade: pobreza, dificuldade de locomoção (andavam à cavalo para atender comunidades longínquas), sistema educacional e de saúde muito primários.

Celebrar o Centenário é agradecer a Deus pelas maravilhas que Ele realizou ao longo desta nossa história. Nunca é demais reconhecer o quanto nosso Deus foi bom para conosco e para com este amado povo a quem há 100 anos servimos!

 Fonte: Arquivo Freis Capuchinhos do PR e SC


Publicado por: Marines Delazari Varela Data: 01/12/2020 14:37



Principais Notícias

Publicado em 11/04/2021 08:24 por Jardel Martinazzo

Desentendimento termina com disparos de arma de fogo no Lar Imóveis

No começo da noite de sábado (10) a Polícia Militar foi acionada para averiguar uma denúncia de disparo de arma de [...]

Publicado em 10/04/2021 20:17 por Jardel Martinazzo

PM prende homem que foi imobilizado por moradores após furtar residência em Capinzal

Um homem foi preso pela Polícia Militar no começo da manhã deste sábado (10) após arrombar e furtar uma [...]

Publicado em 10/04/2021 19:17 por Jardel Martinazzo

Covid-19: HUST confirma dois óbitos de Herval d’Oeste e um de Capinzal

O Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) de Joaçaba confirmou no final da tarde deste sábado (10) a morte de [...]

Outras notícias

Publicado em 11/04/2021 08:43

Nascidos em março recebem auxílio emergencial neste domingo

A primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial será depositada, [...]

Publicado em 11/04/2021 08:19

Ocorrências policiais registradas durante o sábado e madrugada de domingo em Capinzal

Na tarde deste sábado (10) a Polícia Militar em rondas pelo Acesso Cidade [...]

Publicado em 11/04/2021 06:50

Polícia Militar Rodoviária registra colisão entre carro e camionete na SC 465

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv), posto de Calmon, atendeu acidente de [...]

Publicado em 10/04/2021 20:30

Estado confirma 834.212 casos, 802.756 recuperados e 11.966 mortes

Há 834.212 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Santa [...]

Publicado em 10/04/2021 19:47

Município de Ouro tem 13 casos ativos de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Ouro informou na tarde deste sábado (10) que há [...]

Publicado em 10/04/2021 10:39

UMA VOZ NO DESERTO

Meus amigos leitores, a poucos dias afirmei que não escreveria a respeito de [...]