No ar

Marcio Pedro / Antônio Luiz

Capinzal Negócios

07:00 - 07:29 com Marcio Pedro / Antônio Luiz

No ar - Capinzal Negócios Ouça ao vivo

  • WHATS

Temer assina decreto definindo salário mínimo de 2018 em R$ 954

Temer assina decreto definindo salário mínimo de 2018 em R$ 954

O presidente da República, Michel Temer, assinou nesta sexta-feira (29) decreto que fixa em R$ 954 o valor do salário mínimo em 2018, aumento de R$ 17 em relação ao valor em vigor. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 937.

A medida será publicada ainda nesta sexta em edição extra do "Diário Oficial da União". O reajuste valerá a partir de 1º de janeiro.

O reajuste do salário mínimo é menor do que a estimativa que havia sido aprovada pelo Congresso Nacional, de R$ 965. Com isso, o governo prevê economizar R$ 3,3 bilhões no ano que vem.

O decreto presidencial estabelece ainda que o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,8, e o valor horário, a R$ 4,34.

O valor de R$ 954 que valerá para 2018 é 1,81% maior que os R$ 937 do salário mínimo de 2017.

Cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal.

Como é reajustado o salário mínimo

O reajuste do salário mínimo é feito a partir de uma fórmula que soma:

No caso de 2018, portanto, está sendo somado o resultado do PIB de 2016, que foi de queda de 3,6%, com o INPC de 2017. Como o resultado do PIB de 2016 foi negativo, o reajuste do salário mínimo é feito apenas pela variação do INPC.

 

Neste caso, portanto, o 1,81% de variação do INPC é uma estimativa do governo, já que o percentual exato só será conhecido em janeiro.

Entre janeiro e novembro de 2017, a variação do INPC foi de 1,80%. Já a mais recente avaliação do mercado financeiro, colhida pelo Banco Central na semana passada, estima que a variação do INPC neste ano fique em 2,16%.

Economia de R$ 3,3 bilhões

Com a decisão de conceder um reajuste R$ 11 menor em relação à estimativa anterior de R$ 965, o governo economizará cerca de R$ 3,3 bilhões em gastos em 2018.

"Cada um real de aumento no salário mínimo gera um incremento de R$ 301,6 milhões ao ano nas despesas do governo", informou o Ministério do Planejamento na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) encaminhada ao Congresso em abril.

Números oficiais mostram que o benefício de cerca de 66% dos aposentados equivale ao salário mínimo. A correção do mínimo também impacta benefícios como a RMV (Renda Mensal Vitalícia), o seguro-desemprego e o abono salarial.

O valor do salário mínimo proposto para o próximo ano ainda está distante do valor considerado como "necessário", segundo cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

De acordo com o órgão, o salário mínimo "necessário" para suprir as despesas de uma família de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência deveria ser de R$ 3.731,39 em novembro deste ano.

Fonte: G1


Publicado por: Jardel Martinazzo Data: 29/12/2017 15:04

Fotos




Principais Notícias

Publicado em 26/03/2019 05:48 por Marlo Matielo

Legislativo ourense analisou matérias importantes na última sessão do mês de março

O Legislativo ourense realizou a última sessão plenária do mês de março na noite desta segunda-feira, dia 25, com [...]

Publicado em 25/03/2019 18:41 por Marines Delazari Varela

Colisão traseira envolvendo carro e duas motos deixa três feridos na Cidade Alta

Policiais e Bombeiros militares atenderam um acidente de trânsito no final da tarde desta segunda-feira, dia 25, no [...]

Publicado em 25/03/2019 15:29 por Marines Delazari Varela

Diocese de Joaçaba realiza Jornada de Comunicação

Com o objetivo de fortalecer e ampliar a atuação da Pastoral da Comunicação (PASCOM), a Diocese de Joaçaba [...]

Outras notícias

Publicado em 26/03/2019 06:44

Elone Masson pede afastamento temporário do Legislativo

A vereadora Elone Masson apresentou pedido de afastamento temporário da [...]

Publicado em 26/03/2019 06:11

Amarildo Ganzala requer informações sobre atividades do Conselho de Desenvolvimento Econômico e de terreno doado à Cooperativa

A Câmara de Vereadores do município de Ouro aprovou por unanimidade na noite [...]

Publicado em 23/03/2019 13:51

Iniciaram as visitas da 13ª edição do Concurso de Redação do Consórcio Machadinho

Na última quinta-feira (21) foram realizadas as primeiras visitas de escolares [...]

Publicado em 22/03/2019 19:32

EMPRESAS DEVERIAS SE PREOCUPAR MAIS COM O FINANCEIRO DE SEUS COLABORADORES

Quando o colaborador de uma empresa está passando por dificuldades [...]

Publicado em 22/03/2019 19:04

OS DESAFIOS DO EMPREENDEDOR

Há um livro que todo empreendedor precisa ler com bastante atenção: “Do [...]

Publicado em 22/03/2019 19:02

A HISTÓRIA VIVE!

Em 1988, quando lecionava nas escolas Estaduais Mater Dolorum e Belisário [...]