No ar

Programação indisponível
  • dica 06
  • dica 07
  • O que tem no Baú da Rádio Capinzal

Sindicalistas se mobilizam para cobrar do governo providências sobre a crise na produção leiteira

Sindicalistas se mobilizam para cobrar do governo providências sobre a crise na produção leiteira

A crise na produção leiteira foi tema de uma reunião na tarde desta segunda-feira (02) no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ouro. O encontro foi conduzido pelo coordenador microrregional dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais do Baixo Vale do Rio do Peixe e presidente do Sindicato de Jaborá, Genoir Batistoni.

A reunião contou com a presença de presidentes dos demais Sindicatos, representantes da Epagri, Secretários Municipais de Agricultura e do assessores parlamentares dos deputados Neodi Saretta (PT) e Pedro Uczai (PT). 

A principal reclamação se deve ao aumento na produção e ao mesmo tempo a queda no consumo por conta da crise. Outro fator negativo para os produtores é o aumento da importação de leite em pó de outros países, como do Uruguai e Argentina.

Durante o encontro foi decidido pelo encaminhado de um documento (Carta do Leite) objetivando sensibilizar o governo estadual e federal para que sejam adotadas providencias urgentes que possam reverter este quadro desfavorável à cadeia produtiva de Santa Catarina.

 

Carta do Leite

Os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Microrregião do Baixo Vale do Rio do Peixe que compõem os municípios: Ouro, Capinzal, Piratuba, Ipira, Peritiba, Jaborá, Lacerdópolis, Joaçaba, Herval D'Oeste, Erval Velho, Catanduvas e Vargem Bonita  preocupados com a crise que os produtores de leite vem passando, resolvem:

Considerando:

A crescente importação de leite nos últimos meses do Uruguai e da Argentina;

A retração no consumo, com a instabilidade econômica do país impondo o aumento da taxa desemprego;

A diminuição do poder de compra dos brasileiros refletindo diretamente no consumo;

A falta de um estoque regulador por parte do Governo Federal para garantir o preço para quem produz.

Sabemos também que:

Vivemos uma situação atípica nestes últimos meses: maio,  junho,  julho, agosto e setembro,  denominado período de "vacas gordas" para o leite, mas temos uma desvalorização violenta do produto;

O Estado Catarinense é o 4º maior produtor nacional de leite gera quase 3 bilhões de litro/ano;

Oeste catarinense  responde por 75% da produção do Estado;

Somos mais de 80 mil produtores de leite que geram 8,3 milhões de litro dia;

A indústria catarinense está estruturada para processar até 10 milhões de litros dia;

O estado de Santa Catarina teve em 2016 um aumento na captação do leite pela indústria de 3.82% enquanto no Brasil teve uma redução de 3.7%.  

Tivemos nos últimos meses uma redução crescente do litro pago ao produtor, inviabilizando a manutenção da estrutura da produção comprometendo principalmente produtores da agricultura familiar.

A partir desta situação queremos manifestar nossa preocupação com:

As consequências vividas pelos nossos produtores rurais, muitos deles, tem nesta iniciativa de produção de leite sua fonte principal de renda da propriedade;

O baixo poder de compra do consumidor, a falta de uma política inclusiva que garanta estabilidade ao produtor  na produção do leite;

A necessidade da aprovação do projeto de Lei Estadual Nº 0135.4/2016, que está tramitando na Assembleia Legislativa, dispõe sobre a obrigatoriedade das empresas de beneficiamento e comércio de laticínios, no âmbito do Estado de Santa Catarina, informarem aos produtores de leite, na ocasião do pagamento, o valor mínimo a ser pago pelo litro do leite do mês subsequente.

A postergação da divida de financiamento dos produtores do leite, bem como redução dos juros;

Incentivo fiscal para a Indústria  que adquirir leite da agricultura familiar;

Garantia de preço mínimo, 30% acima do custo de produção.

Queremos o engajamento de todas as nossas lideranças políticas das esferas: Federal, Estadual e Municipal para buscarmos alternativas de aumentar o consumo do leite, combater o desemprego, investir em programas sociais, garantir o preço mínimo,  cancelar a importação do leite, criar um mercado regulador, enfim valorizar nosso produtor rural, principalmente da agricultura familiar, que ele continue produzindo e tendo sua renda digna.

É da terra que ele tira seu sustento é na produção que ele vive engrandece nosso rico Estado.

OBS: A carta foi assinado por todos presidentes dos sindicatos presentes na reunião e deverá ser encaminhada a todas as nossas lideranças: Governador, deputados: estaduais e Federais, Senadores, Secretário da Agricultura, Conselhos de Agricultura, Prefeitos e Vereadores, Lideranças sindicais, Federações.)


Publicado por: Jardel Martinazzo Data: 03/10/2017 09:39



Principais Notícias

Publicado em 18/11/2017 18:11 por Jardel Martinazzo

Funcionário morre soterrado em silo da Copérdia de Joaçaba

Um funcionário morreu soterrado na manhã deste sábado (18) ao cair em um silo da empresa Copérdia, no bairro Vila [...]

Publicado em 18/11/2017 18:07 por Jardel Martinazzo

Homem vai parar no hospital após briga em bar no centro de Capinzal

A Polícia Militar foi acionada neste sábado (18) para se deslocar até o Hospital Nossa Senhora das Dores onde deu [...]

Publicado em 16/11/2017 08:12 por Jardel Martinazzo

Briga entre cunhados termina com disparos de arma de fogo em Capinzal

Uma briga entre cunhados terminou em ocorrência policial na noite desta quarta-feira (15) no Acesso Cidade Alta, em [...]

Outras notícias

Publicado em 16/11/2017 08:41

Polícia Civil prende homem que pulou janela e furtou escritório em Joaçaba

A Polícia Civil de Joaçaba prendeu o homem que saltou de uma distância de [...]

Publicado em 14/11/2017 07:40

Polícia recupera gato angorá furtado de Pet Shop

A Polícia Civil de Campos Novos recuperou na tarde desta segunda-feira (13) um [...]

Publicado em 10/11/2017 21:04

Lucro da BRF no 3º trimestre de 2017 cresce 666% na comparação anual

A BRF fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 137,6 milhões, alta [...]

Publicado em 07/11/2017 18:00

Iziquel de Jesus estreia na Câmara de Vereadores de Ouro

O vereador Iziquel Inácio de Jesus participou da sua primeira sessão [...]

Publicado em 07/11/2017 18:00

Meneghini pede campanhas educativas para conscientizar jovens e adolescentes sobre o perigo das drogas

Preocupado com o avanço das drogas entre adolescentes e jovens do município, [...]

Publicado em 07/11/2017 18:00

Câmara de Ouro aprova projeto que institui a Semana Municipal da Alimentação Saudável

A Câmara de Vereadores de Ouro aprovou por unanimidade na sessão ordinária [...]