No ar

Pastoral da Juventude

Sintonia Eclesial

13:00 - 13:59 com Pastoral da Juventude

Ouça ao vivo Ouça ao vivo

  • Promoção 39 anos

Preço da cesta básica subiu em todas as capitais pesquisadas pelo Dieese

 

O preço da cesta básica subiu nas 18 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o Dieese, no ano passado.

Entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, as maiores altas ocorreram em Campo Grande (15,46%), Brasília (14,76%) e Belo Horizonte (13,03%). As menores foram registradas em Recife (2,53%) e Natal (3,09%).

Os itens da cesta que mais aumentaram de preço foram: o leite integral, o tomate, o pão francês, a carne bovina de primeira, o arroz agulhinha e a batata. Segundo a supervisora de preços do Dieese, Patrícia Lino Costa, é preciso olhar com atenção para esses aumentos, pois esses são itens básicos da alimentação.

“Esses itens que subiram, eles subiram muito acima da inflação. Então, é preciso olhar com atenção para esse aumento, porque esses alimentos da cesta básica são básicos para a família de baixa renda, eles são importantes. Então é preciso olhar com cuidado para esses aumentos e pensar políticas que aumentem o poder de compra do salário ou que permitam que o preço não suba tanto, para que essas famílias não sejam tão prejudicadas com esses aumentos.”

Já as maiores quedas de preços foram registradas no café em pó e no açúcar.

Vale ressaltar que, em novembro e dezembro do ano passado, o preço da batata subiu em todas as capitais analisadas. O motivo foi o clima seco, que prejudicou a produção no centro-sul do Brasil. Já o preço da carne bovina de primeira, que está em período de entressafra e bateu recorde de exportação, subiu em 15 cidades.

Mensalmente, o Dieese calcula o valor do salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Este cálculo é feito com base na cesta mais cara do país, que em dezembro foi a de São Paulo. Segundo a instituição, o valor da cesta básica deveria ser de R$ 3.960,57, o que significa mais de 4 vezes o salário mínimo vigente em dezembro.

Reportagem, Cintia Moreira -  Agência do Rádio 

 


Publicado por: Jardel Martinazzo Data: 11/01/2019 06:55



Principais Notícias

Publicado em 24/08/2019 10:21 por Jardel Martinazzo

Ministro provincial visita a Paróquia São Paulo Apóstolo

O ministro provincial Cesário Palma assumiu a Província dos Capuchinhos do PR-SC em 2018. E neste período em que [...]

Publicado em 24/08/2019 09:09 por Douglas Varela

CDL promove curso na área de Neuro Vendas

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Capinzal, Ouro e Lacerdópolis promove no período de 09 a 11 de setembro o [...]

Publicado em 24/08/2019 09:05 por Jardel Martinazzo

Prefeitura de Capinzal e CDL ajustam datas para a programação natalina

Na sexta-feira (23), o Prefeito Nilvo Dorini juntamente com a Vice-Prefeita Noemia Bonamigo Pizzamiglio e o Secretário [...]

Outras notícias

Publicado em 24/08/2019 09:12

Associação Ourense das Mulheres da Agricultura Familiar elege a nova diretoria no final do mês

A Associação Ourense das Mulheres da Agricultura Familiar agendou para o dia [...]

Publicado em 23/08/2019 08:04

MAIS UMA SEMANA TENSA!

Não irei cansar de escrever que viver neste Brasil é uma piada! O povo fez [...]

Publicado em 23/08/2019 08:02

OS LEIGOS E SUA PARTICIPAÇÃO NA IGREJA

Os leigos são cristãos que têm uma missão especial na Igreja e na [...]

Publicado em 23/08/2019 07:58

OS IDOSOS E AS REDES SOCIAIS

O uso de celulares pela população idosa tem aumentado consideravelmente nos [...]

Publicado em 22/08/2019 16:32

Claudir Duarte cobra melhor sinalização para a SC 150 em frente ao Oratório do Caravággio

A falta de segurança e o risco iminente de acidentes na SC 150, em frente ao [...]

Publicado em 22/08/2019 15:48

Câmara aprova convite para que representante de laticínio da região utilize a tribuna

A Câmara de Vereadores do município de Ouro aprovou na última segunda-feira, [...]