No ar

Jardel Martinazzo

Tarde Total

13:30 - 14:59 com Jardel Martinazzo

No ar - Tarde Total Ouça ao vivo

IV Encontro da Família Bazzi

IV Encontro da Família Bazzi

Em homenagem ao casal Giacomo (Jacob) e Amélia Chiomento Bazzi que em sua união matrimonial iniciaram o tronco da árvore genealógica que com seus 12 filhos, hoje compõe mais de 1.100 descendentes.


Giacomo (Jacob) nasceu em 27 de fevereiro de 1816 na cidade de Castelnovo Bariano, na Província de Rovigo, no norte da Itália. Migrou para o Brasil em 06 de setembro de 1892. Estabeleceu-se em Nova Prata (RS) até agosto de 1912, quando deslocou-se para o município de Capinzal (SC), na comunidade de Capitel Santo Antônio e lá permaneceu até o fim de sua vida em 14 de maio 1955.


Na sexta-feira, dia 07 de setembro, os membros da Família Bazzi foram convidados para fazerem uma caminhada...


Percorrer o trajeto da Barra do Pinheiro até o Capitel Santo Antônio, caminho este que os antepassados percorriam para escoar seus produtos coloniais: queijo, ovos, salames, açúcar mascavo e outros e ou fazerem suas compras de tecidos, café, sal e outros.

Faziam este trajeto a pé ou a cavalo, pois naquele tempo a Barra do Pinheiro era uma comunidade muito bem servida de lojas, açougue, salões de baile e contava com a estação de trem que também movimentava o local. Lá passava o trem Misto de passageiros e trens de Cargas que fazia o trajeto Rio Grande do Sul a São Paulo.


Esta caminhada teve início às 15h e foi muito interessante, saudosa e alegre, com paradas onde recordavam algum acontecido ou lembravam e contavam como era naquele tempo. Muitas histórias foram contadas.


No sábado, dia 08, na comunidade de Lindenberg, com um público de 250 descendentes foi celebrado às 10h um Culto Ecumênico na capela São Pedro rezado pela família.

Ao meio dia um gostoso almoço, às 14h atividades recreativas orientadas de trocas de grupos para bate papo, para maior entrosamento de familiares e foi uma grande agitação onde brilhou ainda mais o momento familiar.


Teve o momento surpreendente onde houve a revelação da parte da história da matriarca Amélia. Em pesquisa descobriu-se que ela também era de Nova Prata (RS), mas a família não sabia que não era italiana e a grande revelação do encontro se deu pelo organizador Celso Bazzi, que apresentou familiares da Amélia Chiomento.


Os Chiomentos vindos de Nova Prata (RS), especialmente para revelar que Amélia nasceu na França e o casal se conheceu no Brasil. Foi um momento muito emocionante com pessoas maravilhosas, inclusive o irmão mais novo de Amélia estava presente e foi entrevistado, onde fez surpreendentes revelações.

O público aplaudiu muito valorizando ainda mais a mulher que até então contavam sobre a história do Giacomo (Jacob).


Depois para descontrair foram sorteados inúmeros brindes e as 16h foi servido um delicioso café colonial.


As 17h30min teve início um matinê abrilhantado pelo Musical Estrada da Vida. O grupo animou com muita alegria, cantando musicas italianas. Muito animado o povo dançou, brincou e cantou muito. Momentos de descontração. Foram oferecidos brinquedos para as crianças e as mães poderiam ficar mais tranquilas e curtir o momento.


Os descendentes que estiveram no evento, filhos, netos, bisnetos, tataranetos e quadrinetos estão espalhados pelo mundo. A grande maioria concentra-se no meio Oeste e Extremo Oeste de SC. Há, porém, alguns no Planalto Serrano, na Região do Vale do Itajaí, na capital Florianópolis, no Norte do Estado e no Sul de SC. Outros migraram para RS (Passo Fundo, Caxias do Sul, Pelotas e Rio Grande).

Outros para o Paraná (Paula Freitas, União da Vitória, Toledo, Palotina, Maringá, Ponta Grossa, Jaquariaíva, Francisco Beltrão, São João, Tijucas do Sul, Telêmaco Borba, Foz do Iguaçu, e Curitiba). Outros para MT (Rondonópolis). Outros para MS( Água Clara). Em São Paulo (Osasco), no Espirito Santo (Vitória, Anchieta, Guarapari e Piúma) na Bahia (Camaçari e Salvador) no Paraguay (Naranjal) e nos EUA (Boston).


Manter acessa a chama de nossa memória foi o que inflou esta árvore genealógica, não se contentando só com fotos mas sim com o abraço caloroso e fraterno, onde comemoramos a VIDA, o quanto podemos estar juntos e poder dizer uns para os outros o quanto nos amamos.

Texto: Rosani Rosa Bazi
Fotos: Vannia Rossete


Publicado por: Douglas Varela Data: 24/09/2018 09:30



Principais Notícias

Publicado em 18/06/2019 08:12 por Marlo Matielo

Câmara de Ouro realizou a terceira sessão do mês de junho

Sob a presidência do vereador Aldecir Meneghini, a Câmara de Vereadores do município de Ouro realizou a terceira [...]

Publicado em 17/06/2019 09:03 por Jardel Martinazzo

Condutor que fugia da Polícia bate carro na própria casa em Ipira

Um Gol que tentou fugir da Polícia Militar e colidiu em um pilar da própria residência foi retirado de circulação [...]

Publicado em 16/06/2019 19:52 por Marines Delazari Varela

Inaugurada em Capinzal a UNIBEN – Associação de Benefícios

Na manhã deste sábado (15) foi inaugurada a UNIBEM que é uma associação de benefícios e garante proteção ao seu [...]

Outras notícias

Publicado em 17/06/2019 08:07

Ingressos a venda para a 9ª Festa Italiana de Capinzal

O Grupo Cultural Itália Mia promove no dia 13 de julho, no Centro Educacional [...]

Publicado em 17/06/2019 08:07

Núcleo de Gastronomia da ACIRP realizou reunião de planejamento

Os integrantes do Núcleo da Gastronomia da Associação Empresarial do Baixo [...]

Publicado em 17/06/2019 08:06

AMPECO promoveu nova reunião com a diretoria

A diretoria da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Capinzal e Ouro [...]

Publicado em 17/06/2019 08:04

A VERDADE EMPÁTICA DOS EGOCÊNTRICOS

Estamos debaixo do mesmo céu, iluminados pela mesma luz solar e caminhantes [...]

Publicado em 17/06/2019 07:52

SOMOS ESSENCIALMENTE BONS OU MAUS?

Diariamente somos surpreendidos por alguns comportamentos que colocam a [...]

Publicado em 17/06/2019 07:51

O EPISÓDIO DA ESCOLA DE CARAPICUÍBA!

Fazem quase trinta anos que atuo no magistério, entretanto, nos últimos anos, [...]