No ar

Programação indisponível

HEMORROIDAS/ TRATAMENTO

Introdução:
A doença hemorroidária representa uma das mais frequentes afecções que atingem o aparelho digestivo. Trata-se de uma doença comum de diagnóstico rotineiro e na maioria das vezes de fácil tratamento. Estima-se que mais da metade da população venha a sofrer da doença a partir da quarta década de vida. Ainda que a causa exata da doença não seja conhecida, o tratamento evolui a passos largos, com especial destaque para a técnica de hemorroidectomia por grampeamento.


O que é:
Hemorroidas resultam da dilatação e ingurgitamento dos vasos normalmente presentes na porção distal do reto e do ânus, o que leva ao aparecimento dos mamilos hemorroidários que podem ser externos ou internos.
Hemorroidas internas representam os mamilos hemorroidários que tem origem no interior do reto, que podem ou não se exteriorizar através do ânus. Os principais sintomas das hemorroidas internas são dor, sangramento e prolapso (exteriorização dos mamilos ao esforço evacuatório).
Hemorroidas externas são os mamilos recobertos por pele do ânus; a trombose hemorroidária é mais frequentemente uma complicação da doença hemorroidária externa e se manifesta por intensa dor e inchaço do mamilo trombosado.


Causas:
Não há conhecimento médico preciso sobre as causas das hemorroidas, uma vez que existe jovens com hemorroidas e pessoas que evacuam diariamente e sofrem da doença e, ao contrário muitas das pessoas mais velhas e constipadas nunca vão ter os sintomas da doença. No entanto contribui para a doença: idade acima dos quarenta anos, necessidade de esforço evacuatório (constipação ou prisão de ventre), gravidez, herança genética.
As hemorroidas resultam de um maior ou menor grau de degeneração (desgastes) do tecido conjuntivo da parede do reto inferior o que leva a um deslocamento dos vasos normais do reto no sentido distal e seu ingurgitamento. Não se conhece as causas exatas para esse processo.


Diagnóstico (sinais e sintomas mais frequentes):
·Sangramento indolor às evacuações
· Dor as evacuações
·Prolapso (sensação dos mamilos hemorroidários exteriorizados após evacuação ou após qualquer esforço)
·Prurido (coceira)
·Secreção nas vestes resultantes de mamilos volumosos exteriorizados
·Tenesmo (sensação de evacuação incompleta)
·Dor ou desconforto abdominal noturno ou ao amanhecer.


A suspeita levantada a partir dos sinais e sintomas acima, devem ser comprovadas pelo exame proctológico, a ser realizada pelo médico especialista.
As hemorroidas são identificadas pelo simples exame da região anal e o exame de anuscopia. Embora o exame proctológico possa ser um pouco constrangedor, é indolor.
Diagnóstico diferencial (o câncer do cólon e reto):
Hemorroidas nada tem a ver com câncer, não pré-dispõe ou evolui ao câncer do intestino grosso ou colo-retal, e a doença hemorroidária é muito mais comum que o câncer colo-retal.
No entanto alguns sintomas das hemorroidas são semelhantes ao câncer do intestino, de forma que em algumas situações o diagnóstico diferencial com o câncer colo-retal deve ser realizado.
A avalição do coloproctologista é fundamental para excluir o diagnóstico de câncer ou mesmo outras doenças colo-retais (intestinais). O diagnóstico diferencial é feito através da retossigmoidoscopia ou colonoscopia.


Como tratar:
Sintomas pouco intensos podem ser eficazmente atenuados por modificações na dieta (aumento na ingesta de líquidos e de fibras tais como as presentes nos legumes, verduras, cereais e fruta), sobre tudo para as hemorroidas internas e para os pacientes que são constipados ou realizam esforço acentuado a evacuação. Para os pacientes que apresentam pouco alívio após a correção dos hábitos intestinais ou para aqueles portadores de sintomas recorrentes os tratamentos ditos conservadores (intervenções realizadas em consultório ou clínicas especializadas) ou mesmo o tratamento cirúrgico se impõe.


Tratamento conservador (utilizados em hemorroidas internas):
·Ligadura elástica: Através do anuscópio, uma ou duas banda elástica são aplicadas sobre o mamilo hemorroidário de forma estrangulá-lo. A banda elástica e o mamilo estrangulado cai após aproximadamente uma semana.
·Foto-coagulação por infravermelho: Com o emprego de uma “pistola” que conduz luz infravermelha a energia é disparada entre os mamilos hemorroidários selando os vasos que constituem as hemorroidas levando a necrose e redução do mamilo.
·Para trombose hemorroidária: A trombose hemorroidária resulta da agressão de um mamilo hemorroidário externo pela evacuação de fezes endurecidas (constipação) ou diarreia irritante. Manifesta-se por dor anal de média ou forte intensidade, de rápida progressão, associado a inchaço localizado na região anal que envolve o mamilo trombosado. É uma complicação bastante incapacitante da doença hemorroidária.
Na maioria das vezes com banhos de acentos e anti-inflamatórios permite postergar o tratamento cirúrgico para uma situação não urgente. No entanto, o tratamento cirúrgico se faz necessário quando o tratamento clinico é fraco e o paciente persiste com os sintomas.


Tratamento cirúrgico:
A cirurgia é tratamento bastante eficaz das hemorroidas pois produz abolição duradoura dos sintomas; trata-se de uma operação em que a técnica cirúrgica deverá ser estudada por médico especialista.
Quase a totalidade dos pacientes operados testemunham a favor da operação e a teriam realizado mais cedo se tivesse conhecimento do resultado.
O paciente deve ser submetido ao tratamento cirúrgico quando:
·Obteve pobre resposta com o tratamento clínico
·Possui outras doenças anais associadas (fístulas, fissuras, plicomas)
·Possui mamilos hemorroidários permanentemente prolapsados através do ânus
·Houve pouco resultado a ligadura elástica ou foto-coagulação
·Está com trombose hemorroidária e persiste com dor após tratamento clínico
·Tem repetido episódio de trombose hemorroidária
A hemorroidectomia é realizada com anestesia regional (raqui ou peridural) e necessita na maioria das vezes de pernoite hospitalar.
A dor no período pós operatório assusta muito os candidatos a cirurgia, mas pode ser manejada satisfatoriamente com o emprego de analgésicos e anti- inflamatórios modernos.
Não há necessidade de se retirar pontos após a cirurgia; a operação convencional envolve remover os mamilos hemorroidários cirurgicamente através de técnicas especializada e delicada.

Dicas:

·Inclua frutas, verduras e cereais na sua dieta
·Faça ingestão de bastante agua diariamente
·Se você sofre de constipação, procure um coloproctologista de sua confiança; prisão de ventre se trata;
·Nunca atrase a investigação de sangramento anu-retal.


Publicado por: Larissa Cavali Data: 16/11/2018 10:30



Principais Notícias

Publicado em 19/05/2019 19:57 por Marlo Matielo

Beija Flor empata fora de casa pela semifinal da Supercopa de Futebol

Foram disputados neste domingo, dia 19, os jogos de ida da fase semifinal da Supercopa Oeste de Futebol (Taça Rádio [...]

Publicado em 19/05/2019 18:54 por Marlo Matielo

PM registra ocorrência do perturbação do sossego alheio no Parque e Jardim Ouro

A Polícia Militar atendeu uma ocorrência de perturbação do sossego e do trabalho alheio na tarde deste domingo, dia [...]

Publicado em 19/05/2019 09:05 por Marlo Matielo

PM registra ocorrência de ameaça por arma branca no centro de Ouro

Uma ocorrência de ameaça por arma branca foi registrada pela Polícia Militar no início da noite deste sábado, dia [...]

Outras notícias

Publicado em 18/05/2019 04:38

AD AGN Capinzal/FME estreia neste sábado no Estadual Sub 12 M e no Sub 16 F da Liga Catarinense

Serão disputados neste sábado, dia 18, no Ginásio Dileto Bertaióli, em [...]

Publicado em 17/05/2019 09:49

Jogos de ida das Semifinais da Supercopa serão neste domingo

Neste domingo (19/05), acontecem as duas partidas das semifinais, jogos de ida, [...]

Publicado em 16/05/2019 08:04

VOCÊ SE SENTE BEM TRATADO PELAS PESSOAS?

O tema que escolhi para escrever trata-se da forma como recebemos e entregamos [...]

Publicado em 16/05/2019 08:01

PEREGRINAÇÃO AO EGITO E TERRA SANTA

No dia 24 de abril iniciamos nossa viagem. Estávamos em 27 peregrinos de [...]

Publicado em 16/05/2019 07:59

O QUE ACONTECE COM O PREÇO DO COMBUSTÍVEL

Você toma um susto toda vez que vai abastecer? Já cogitou a possibilidade de [...]

Publicado em 16/05/2019 07:48

IX Simpósio Pedagógico Mater Dolorum ocorre nesta quinta e sexta-feira em Capinzal

Evento educacional é um dos maiores do gênero em Santa Catarina Mais de [...]