No ar

Sulcredi Ouro

Informativo Sulcredi Ouro

12:00 - 12:19 com Sulcredi Ouro

No ar - Informativo Sulcredi Ouro Ouça ao vivo

Golpista clona celular do prefeito de Capinzal e tenta – sem sucesso – a transferência de recursos

Golpista clona celular do prefeito de Capinzal e tenta – sem sucesso – a transferência de recursos

Policiais civis da Divisão de Repressão a Crimes na Internet (DRCI/DEIC) de Florianópolis estão investigando casos em que prefeitos da região oeste tiveram o chip do telefone celular clonado. 

O prefeito Nilvo Dorini foi um dos que tiveram o celular clonado na tarde desta quinta-feira, dia 21. 

De acordo com as primeiras informações, uma pessoa não identificada utilizando o Whatsapp com o número e a foto do prefeito fez contato com o assessor e pediu que este transferisse a importância de R$ 500 mil da conta da Prefeitura e para uma conta particular.   

O assessor estranhou o pedido e afirmou que não faria qualquer tipo de transferência até por que esse expediente não se aplica em nenhuma situação envolvendo recursos públicos. 

A conversa se estendeu por mais de 40 minutos e o golpista chegou a insinuar que exoneraria o servidor caso o pedido não fosse atendido. 

O servidor não fez qualquer tipo de transferência e, orientado pela assessoria jurídica da Prefeitura, procurou a Delegacia de Polícia da Comarca de Capinzal onde registrou um boletim de ocorrência. 

Enquanto o golpista insistia pela transferência dos recursos, os demais assessores conseguiram contato com o prefeito que estava no interior de Capinzal e este afirmou que não havia feito qualquer contato ou pedido ao servidor. 

O boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia da Comarca de Capinzal foi encaminhado direto para a necessária invvestigação em Florianópolis.  

O Golpe 

De acordo com o titular da DRCI, Delegado Luiz Felipe Rosado, para que a clonagem ocorra é preciso que exista a participação de um funcionário da operadora. “Quando o chip é clonado o celular sai do ar, como se houvesse uma pane. 

O criminoso então passa a usar o watsapp como se fosse o proprietário porque todos os dados são recuperados, inclusive a foto de quem usava permanece a mesma”.  

A partir daí o criminoso começa a monitorar os grupos, as conversas, para ver qual contato é o mais acessível para pedir dinheiro.


Publicado por: Marlo Matielo Data: 21/06/2018 18:38

Fotos




Principais Notícias

Publicado em 23/02/2019 09:00 por Larissa Cavali

AD AGN Capinzal realiza neste sábado o primeiro amistoso da temporada

A Associação Desportiva AGN (AD AGN Capinzal) realiza na noite deste sábado, dia 23, o primeiro amistoso de [...]

Publicado em 23/02/2019 08:48 por Jardel Martinazzo

Polícia é acionada após denúncia de disparos de arma de fogo em lanchonete

Uma ocorrência de disparo de arma de fogo mobilizou a Polícia Militar na madrugada deste sábado (23) no Acesso [...]

Publicado em 22/02/2019 10:05 por Larissa Cavali

CDL define calendário dos Dias C para 2019

A diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Capinzal, Ouro e Lacerdópolis promoveu na terça-feira, dia 12, [...]

Outras notícias

Publicado em 22/02/2019 18:47

Patricia Casagrande sugere a instalação de toldo ou cobertura na entrada para a Escola Felisberto Vilarino Dutra

A vereadora Patrícia Casagrande apresentou indicação na última [...]

Publicado em 22/02/2019 18:34

Claudir Duarte pede a recuperação do acesso entre os bairros Alvorada e Nossa Senhora dos Navegantes

O vereador Claudir Duarte apresentou uma indicação com cinco pedidos [...]

Publicado em 22/02/2019 18:14

Amarildo Ganzala pede a colocação de defensa para a proteção de motoristas e pedestres no PJO

Na última sessão do Legislativo ourense, realizada na segunda-feira, dia 18, [...]

Publicado em 22/02/2019 09:55

FESTA RELIGIOSA E INSPIRAÇÃO

Não sei se você já parou para pensar sobre o tema, mas ninguém vive sem [...]

Publicado em 22/02/2019 09:43

HORÁRIO DE VERÃO

No último dia 17, tivemos que atrasar em uma hora os ponteiros de nossos [...]

Publicado em 22/02/2019 09:39

O QUE ME ENSINARAM SOBRE O DINHEIRO

Praticamente nada. Esta é a minha resposta quando me perguntam o que eu [...]