No ar

Marcio Pedro

Bom Dia Trabalhador

05:00 - 07:59 com Marcio Pedro

No ar - Bom Dia Trabalhador Ouça ao vivo

  • WHATS
  • bebber

ALTA DO DÓLAR: QUEM GANHA E QUEM PERDE

ALTA DO DÓLAR: QUEM GANHA E QUEM PERDE

Que o dólar sobe e desce a toda hora todo mundo sabe. Acontece que agora ele extrapolou os limites: chegou a R$ 4,196 na data de 13/09/2018 e atingiu o maior nível desde a criação do plano Real. Isso aconteceu basicamente por dois motivos: O primeiro é a incerteza política quanto ao resultado das eleições no Brasil, e isso faz que os investidores temam que não haja no segundo turno um candidato considerado “reformista”, que tenha teoricamente mais cuidado com as contas públicas. Com essa indefinição eles compram dólar para se proteger. O segundo motivo é a guerra comercial entre China e EUA, que dependendo do seu desdobramento pode interferir no crescimento da economia mundial. Tudo isso acontecendo juntamente com a alta dos juros americanos. Aí o caminho do dólar é para cima certamente.

Acontece que a moeda americana é uma espécie de “porto seguro” dos investidores, onde ao menor sinal de turbulência a procura por dólar dispara, aumentando seu preço em comparação à nossa moeda. Se a bolsa está instável: o dólar sobe. Se há ameaça de crise internacional: o dólar sobe. Se há crise política: novamente os investidores correm para o dólar.

Mas no que isso me afeta?

O dólar nas alturas afeta toda população, pois puxa a inflação para cima fazendo o nosso dinheiro perder o “poder de compra”. Muitas matérias primas são importadas e até mesmo o petróleo é balizado pelo dólar no preço do barril. A variação do dólar influencia a vida de todo mundo, impactando nos custo das mercadorias em um efeito cascata. Quem se beneficia com isso são as empresas exportadoras que vendem seus produtos em dólar. Por outro lado, quem pensa em viajar para o exterior vê seu custo aumentar na hora de trocar a moeda para seguir viagem. Especialistas em análise de câmbio apontam que o dólar pode chegar aos R$ 4,50 até as eleições. Serão dias difíceis para nossa economia que apesar de sinais de molhara, ainda está longe de sair da UTI.

 


Publicado por: Douglas Varela Data: 23/09/2018 20:43

Fotos




Principais Notícias

Publicado em 19/10/2018 13:18 por Jardel Martinazzo

Morador retorna do trabalho e encontra casa arrombada no interior de Capinzal

Morador da comunidade de Barro Branco, interior de Capinzal, teve a casa roubada na manhã desta sexta-feira [...]

Publicado em 19/10/2018 07:41 por Jardel Martinazzo

Homem embriagado vai parar no hospital após dar soco em vidro

Policiais militares foram acionados por volta das 5h20min desta sexta-feira (19) para se deslocar até o município de [...]

Publicado em 18/10/2018 07:10 por Jardel Martinazzo

Alunos das escolas estaduais têm até sexta-feira, 19, para efetuar a rematrícula

Todos os alunos das unidades escolares estaduais têm até esta sexta-feira, 19, para fazer a rematrícula. A [...]

Outras notícias

Publicado em 18/10/2018 07:34

Bombeiros atenderam durante a madrugada motociclista vítima de queda na SC 467

O Corpo de Bombeiros atendeu um motociclista vítima de queda durante a [...]

Publicado em 17/10/2018 14:46

Handebol masculino representa Capinzal na Seletiva Regional da OLESC

O handebol masculino da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Capinzal [...]

Publicado em 17/10/2018 14:42

INCOTUR analisa o pedido para instalação de novas empresas na área industrial

Na manhã desta terça-feira, dia 16, no Centro Administrativo, foi realizada [...]

Publicado em 15/10/2018 09:23

Câmara de Vereadores de Ouro realiza nesta segunda a terceira sessão do mês de outubro

A Câmara de Vereadores do município de Ouro promove na noite desta [...]

Publicado em 13/10/2018 23:38

Homem desfere soco e tenta sufocar mulher em Ouro

Mais um caso de violência doméstica – Lei Maria da Penha - mobilizou [...]

Publicado em 13/10/2018 23:27

Motorista é notificado após estacionar veículo sobre calçada no centro de Capinzal

O proprietário de um VW Polo, com placas de Caçador, foi notificado na manhã [...]